Zaanse Schans: o Vilarejo dos Moinhos próximo à Amsterdã

A cerca de 15km de Amsterdã, você encontra um ótimo destino para uma viagem de um dia que muitos turistas acabam deixando de lado. É o Zaanse Schaans, um pequeno vilarejo repleto de arquitetura tradicional e moinhos de vento que pode te dar um gostinho da vida holandesa nos últimos séculos.

Zaanse Schans

É bem fácil chegar ao vilarejo de ônibus (linha 391, saindo da Estação Central de Amsterdã), e a viagem demora cerca de 40 minutos. Chegando lá, além de aproveitar as lindas paisagens, você também pode visitar alguns dos pequenos museus na região, como o Museu da Confeitaria e a primeira loja do Albert Heijn. Hoje, o Albert Heijn é a maior rede de super mercados da Holanda.

Todos os seis moinhos de Zaanse Schans ainda funcionam e estão abertos a visitas. A entrada de cada um custa 4€ . Mas se você não tem tanta curiosidade sobre os moinhos, visitar apenas um deve ser o suficiente para conhecer o básico de todo o funcionamento. Eu visitei o vilarejo com alguns amigos principalmente para passar o dia fazendo algo diferente, nós não fizemos nenhuma das atrações pagas. Mas só andar pela região curtindo a vista já valeu a pena.

É tanto vento que entendo perfeitamente porque os moinhos

Ainda no lado dos moinhos, é possível encontrar uma pequena fábrica de queijos, onde você não só aprende todo o processo de produção do queijo, mas também pode provar diferentes tipos de queijo e chocolate de graça. Você encontra todos os ótimos produtos a venda por um precinho bem justo na loja anexa.

Quando você acha que a visita está prestes a acabar, você descobre que ainda tem muito o que explorar. Do outro lado do rio você encontra o lugar onde as famílias que desenvolveram suas vidas ao redor dos moinhos costumavam viver. Para ir até lá e conhecer ainda mais da história do Zaanse Schans, você precisa pegar um ferry que custa o valor simbólico de 1€. O ferry demora cerca de cinco minutos para cruzar o rio e a vista é linda!

Cruzando o rio Zaan

Ao sair do ferry você ganha um folheto com todos os endereços históricos para visitar. O lado das casas também é o lugar onde algumas pessoas  moram hoje em dia, então você consegue encontrar algumas lojas mais comuns e até um bar bem legal por lá. Não deixe de tomar uma boa cerveja antes de continuar com o passeio pelas ruas do vilarejo.

No final, você percebe que está de volta ao início de tudo, você só precisa atravessar a ponte. Então você pode ou confirmar se realmente viu tudo no lado dos moinhos, ou apenas esperar pelo ônibus e voltar para Amsterdã.

 

O Zaanse Schans exige apenas meio dia para visitar. Se você está de passagem por Amsterdã e tem um pouco de tempo livre, que tal incluir o vilarejo em seus planos?

Brasileira morando em Amsterdã tentando entender a vida. Fã de futebol, obcecada por maquiagem e vítima da moda, é tão eclética que meio que não se encaixa em estereótipos. Ama viajar e quer conhecer o mundo.

Deixe uma resposta